Cai a bandeira política de Lula da Silva na ONU

autor Misto Brasília

Postado em 22/05/2018 16:28:14 - 16:27:00


ONU concluiu que não há perseguição jurídica contra o ex-presidente/Arquivo

Comitê de Direitos Humanos da ONU negou que o órgão pedisse liberdade do ex-presidente

O Comitê de Direitos Humanos da ONU negou nesta terça-feira (22) o pedido do ex-presidente Lula da Silva para que o órgão em Genebra recomendasse uma medida cautelar a seu favor para evitar que ele permaneça preso. O petista está detido em Curitiba desde 7 de abril.

"Para que se peça a um Estado que se estabeleçam medidas cautelares, deve-se demonstrar que este está violando de forma irreparável alguns dos preceitos do Pacto [Internacional sobre Direitos Civis e Políticos]", explicou Sarah Cleveland, que integra o Comitê, à agência de notícias Efe.

Segundo ela, baseando-se nas informações que a defesa de Lula apresentou ao órgão internacional, "não se demonstrou que [o ex-presidente] estivesse em risco de sofrer um dano irreparável".

Os advogados de Lula entraram com uma solicitação nas Nações Unidas em julho de 2016, alegando "perseguição judicial" e pedindo que o governo brasileiro impedisse que o petista fosse preso até que se esgotassem todos os recursos jurídicos.


Tite cai na comemoração do gol de Philipe Coutinho e vira meme na internet
AO VIVO - II Congresso de Direito Eleitoral de Brasília
veja +
Bolsa Família atende 74.122 famílias do Distrito Federal em junho
Distrito Federal recebe R$ 28 milhões do salário-educação de maio
Aprovada reserva de vagas em universidades públicas para alunos bolsistas de escolas beneficentes
veja +