Após jantar, governo adia decisão sobre votar reforma

autor Misto Brasília

Postado em 07/12/2017 08:00:16 - 07:56:00


Temer contabiliza os votos para votar o texto da Previdência/Arquivo

Governo continua otimista, mas somente nesta quinta poderá anunciar data da votação em plenário

Apesar do discurso otimista de lideranças da base nos últimos dias, o governo do presidente Michel Temer decidiu adiar para esta quinta-feira uma decisão sobre se a nova versão da reforma da Previdência será colocada em votação no plenário da Câmara dos Deputados na próxima semana, registra a Reuters.

Essa posição foi tomada em jantar na noite de quarta promovido por Temer no Palácio da Alvorada com a presença de 19 ministros, 7 presidentes de partidos, 18 deputados, boa parte deles líderes de bancada, e o secretário de Previdência Social, Marcelo Caetano.

Durante a quarta, uma série de aliados divulgaram números díspares de apoios à reforma, motivo de advertência pública feita pelo próprio Rodrigo Maia. Até o momento somente o PMDB, partido de Temer e que é a maior bancada da Câmara, com 60 deputados, e o PTB, com apenas 16 deputados, fecharam questão.

De modo geral, no entanto, os partidos da base têm sinalizado que querem apoiar a reforma por meio do convencimento de seus parlamentares.


Arthur Maia aceita proposta de servidores para facilitar aprovação da reforma
Maia anuncia a nova data de votação da reforma da Previdência
veja +
Nilson Leitão vai liderar a bancada do PSDB no próximo ano
Rodrigo Maia diz que a "sociedade" concorda que é necessário a reforma na Previdência
Zarattini disse que adiar votação da reforma da Previdência é uma derrota do governo
veja +