Preso filho do presidente da Assembleia do Rio de Janeiro

autor Misto Brasília

Postado em 14/11/2017 06:51:33 - 06:50:00


Operação policial no Rio contra Jorge Picciani/Arquivo

Felipe Picciani e outras pessoas são alvo da mais importante ação policial desde a prisão de Cabral

Foi preso nesta manhã Felipe Picciani, o irmão do ministro do Esporte, Leonardo Picciani, e filho do presidente da Assembeia Legislativa, Jorge Picciani. É a mais importante ofensiva contra a corrupção no Rio de Janeiro desde a prisão do ex-governador Sérgio Cabral (PMDB), em novembro do ano passado, segundo definiu o Extra.

A Procuradoria Regional da República da 2ª Região (PRR-2), em parceria com a Polícia Federal (PF), desencadeou na manhã desta terça-feira a operação "Cadeia Velha", focada no braço do esquema no Legislativo fluminense.

Deputados estaduais, empresários e intermediários são acusados de manter uma caixinha de propina destinada à compra de decisões na Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) para o setor de transportes. O esquema, concluíram os investigadores, teria começado nos anos 1990, por Cabral, e hoje seria comandado pelo presidente da Casa, deputado Jorge Picciani, por seu antecessor, deputado Paulo Melo, e pelo líder do governo Edson Albertassi, caciques do PMDB fluminense.

Por determinação do desembargador Abel Gomes, relator do inquérito na Justiça Federal, estão sendo presos Felipe Picciani, filho de Jorge Picciani e gerente da Agrobilara, a empresa que conduz os negócios da família, Jorge Luiz Ribeiro, braço-direito do presidente da Alerj, Sávio Mafra, assessor especial do gabinete da Presidência, Andréia Cardoso do Nascimento, chefe de gabinete do deputado Paulo Melo, e o irmão dela, Fábio, também assessor de Melo. Há também mandados de busca e apreensão nos gabinetes da presidência da Alerj e de Picciani, Melo e Albertassi.


AO VIVO -TV da Câmara Legislativa
O desabafo do prefeito de Belo Horizonte
veja +
Eunício anuncia que é MP para alterar reforma trabalhista no Palácio
Vital do Rêgo entrega auditorias de 94 obras para Comissão de Orçamento avaliar
Jucá explica divergência entre projeto X MP para reforma das leis trabalhistas
veja +