Queda no índice de reajuste do aluguel, mas sobe o da construção

autor Misto Brasília

Postado em 10/11/2017 10:12:28 - 10:10:00


Índice da construção teve reajuste e a inflação fechou em 2,21%/Arquivo

Veja o IGP-M que reajuste o aluguel, também o Sinapi da Construção e o IPCA oficial

O Índice Nacional da Construção Civil (Sinapi), registrou uma inflação de 0,16% em outubro, 0,11 ponto percentual abaixo do 0,27% de setembro. A taxa também é inferior ao 0,64% de outubro de 2016. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, essa é a menor taxa desde abril (0,15%).

O Sinapi acumula taxas de 3,14% no ano e de 3,75% no período de 12 meses. Com a alta de preços de 0,16% de outubro, o metro quadrado da construção civil ficou em R$ 1.059,68.

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), a inflação oficial do país, fechou os primeiros dez meses do anos com alta acumulada de 2,21%, a menor taxa acumulada em um mês de outubro desde os 1,44% de outubro de 1988. O resultado é 3,57 pontos percentuais inferior à alta acumulada (5,78%) de janeiro a outubro do ano passado.

O Índice Geral de Preços-Mercado (IGP-M), utilizado no reajuste dos contratos de aluguel, registrou deflação (queda de preços) de 0,02% na primeira prévia de novembro. A taxa é menor que a inflação de 0,32% anotada na primeira prévia de outubro, informou hoje (10), no Rio de Janeiro, a Fundação Getulio Vargas.

Com a prévia de novembro, o IGP-M acumula deflações de 1,95% no ano e de 1,4% no acumulado de 12 meses.


"O senhor não tem vergonha na cara", dispara brasileiro para Gilmar Mendes
Conheça o apartamento do bispo Edir Macedo que custou uma fortuna
veja +
Propostas que legalizam jogos de azar andam rápido no Congresso
Publicada lei que pretende diminuir os altos índices de mortes no trânsito
Proposta para criar delegacias para idosos está na Câmara
veja +