Ceilândia lidera violência contra as pessoas idosas

autor Misto Brasília

Postado em 31/10/2017 17:13:47 - 17:08:00


Ceilândia (foto), Taguatinga e Brasília lideram violência contra idosos/Arquivo

Depois seguem Taguatinga e Brasília, de acordo com o Mapa da Violência divulgado nesta terça

Ceilândia (16,47%), Taguatinga (10,92%) e Brasília (10,35%) são as regiões administrativas do Distrito Federal que mais concentram ocorrências contra pessoas idosas. Essas regiões têm perfil socioeconômico distinto, o que reforça que a violência não está ligada às questões econômicas ou à pobreza, segundo informaram os organizadores da 3ª edição do Mapa da Violência contra a Pessoa Idosa no Distrito Federal.

A violência mais praticada contra a pessoa idosa é a psicológica, com 31,12%. Ela é identificada por agressões verbais ou gestuais com o objetivo de aterrorizar, humilhar, restringir a liberdade ou isolar do convívio social.

Em segundo lugar está a negligência, com 30%, que é a recusa ou a omissão de cuidados devidos e necessários por parte dos responsáveis familiares ou institucionais. A violência financeira, caracterizada pela exploração imprópria ou ilegal dos idosos ou pelo uso não consentido de seus recursos financeiros e patrimoniais, foi identificada em 17,64% dos casos.

O estudo foi elaborado a partir da compilação de dados de diferentes fontes, em especial do Disque Direitos Humanos – Disque 100, da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República; do Núcleo de Estudos e Programas na Atenção e Vigilância em Violência (Nepav), da Secretaria de Saúde do DF; e da CJI.


AO VIVO -TV da Câmara Legislativa
O desabafo do prefeito de Belo Horizonte
veja +
Eunício anuncia que é MP para alterar reforma trabalhista no Palácio
Vital do Rêgo entrega auditorias de 94 obras para Comissão de Orçamento avaliar
Jucá explica divergência entre projeto X MP para reforma das leis trabalhistas
veja +